segunda-feira, 9 de julho de 2018

Travessa Liberdade

Garoeiro – Bauru, 09 de julho de 2018.











Quer liberdade essa travessa estreita
Molde cunhar de beco sem saída,
Tal nada libertasse a minha vida
De seu ponto final sempre à espreita.

No que a métrica do cosmos receita
Larga é a rua, jamais interrompida,
Pois a interrupção é proibida
No céu que o continuum aleita.

Não faria meu gosto da cidade
Se morasse na Travessa Liberdade,
A trombar todo o além naquele muro.

Do espaço-tempo libertário a norma
Sempre liberta aquilo que transforma
Por sua eterna aposta no futuro!

Nenhum comentário:

Postar um comentário