segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Faminto anseio

Garoeiro – Natal, RN, 18 de setembro de 2017.












Anseio de paz e sossego em vida,
De toda a Humanidade preferência
Buscada a sofrer com paciência,
Sobreviver no mundo desconvida.

A essência humana subdividida
Desune tudo pela concorrência,
Na traição enquanto humana essência,
Para manter toda união traída.

Gerado nas ruínas pavorosas
Das velhas comunhões esperançosas,
Egoísmo agressivo sobreveio.

Porém canto inda assim em prol de unir,
Em pleno surto vil de desunir,
Sossegando meu mais faminto anseio...

Nenhum comentário:

Postar um comentário