quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Pudor

Garoeiro – Natal, RN, 2 de agosto de 2017.












Jorra das burras da publicidade,
Escrava do mercado imperador,
A moda que vai pondo o pudor
Sob domínio da obscenidade.

A pretexto de ataque à castidade,
E defesa geral do destemor,
Não deve integridade ter valor,
Que é lei de feira a vulgaridade.

Aos poucos essa gente liberada
Na liberdade que só tem comprada,
Começa a ver que o mel era veneno.

E sonham uma outra sociedade,
Onde já lá, na nova realidade,
A ninguém seria nada obsceno...

Nenhum comentário:

Postar um comentário