sábado, 13 de maio de 2017

Siri

Garoeiro – Natal, RN, 13 de maio de 2017.













Caminho, hoje, alegre e cordial,
Só, pela praia, mar de areia e sol,
Olhando as ondas em seu festival,
O corpo entregue ao capitoso prol.

Meu lábio adoça a brisa com seu sal,
É a imagem das espumas meu farol;
Se agora eu me acabasse sem sinal,
Da vida partiria em sumo escol.

A beira-mar é o lugar mais claro
Para a gente se inundar de existência,
Num sentimento pessoal tão raro.

Todo o prazer na minha consciência
Deixa em meus passos sensação que ensaia
Ser eu somente mais um ser da praia...

Nenhum comentário:

Postar um comentário