terça-feira, 4 de abril de 2017

O vírus

Garoeiro – Natal, RN, 4 de abril de 2017.















Se olharmos de ver, o mundo real
É todo um festival de aparências
Que os ricos vão fazendo desigual
Em prol de suas próprias conveniências.

Nem de enxergar milhões passando mal,
Em vis e desumanas existências,
Convence o mundo que é estrutural
A causa oculta destas más vigências.

Um bem a poder de dinheiro feito,
E o culto da riqueza tão aceito,
Mesmo a pobre desigualdade abona.

Sem combate, mas adesão havendo,
Cresce mais nos ricos enriquecendo,
Letal vírus que nos infecciona.

Nenhum comentário:

Postar um comentário