sexta-feira, 3 de março de 2017

Tristezas de poeta

Garoeiro – Natal, RN, 3 de março de 2017.










Querendo e fazendo livre o melhor,
Imune à dor geral de afetação,
Poeta é o operário da emoção,
A obra a construir do sonho mor.

Se as tristezas no mais sabe de cor,
Fica mais triste em cega ocasião,
Se vem de sua essência a sensação
Que à vigência ruim, virá o pior.

De ver que o erro milenar persiste,
Vencido o Amor, deixa o poeta triste,
Onde há de obrar a dolorosa cria.

Eu diria até, dores divertidas,
Ou, tristezas de tempo, preenchidas,
Dum modo que só guarda a Poesia...

Nenhum comentário:

Postar um comentário