terça-feira, 14 de março de 2017

A vida é trágica...

Garoeiro – Natal, RN, 14 de março de 2017.












A muito poucos, a piscar, enseja
Amor, vê-lo no escuro do egoísmo,
Nosso pago interior onde viceja
A flor que nos condena ao próprio abismo.

Por ser o bem maior que se deseja,
Vai ocultá-lo a fé do ilusionismo,
Em mil versões a que ninguém o veja,
Num mundo só de amor por conformismo.

Depois das fantasias mais cruéis,
Poucos videntes seguirão fiéis
A tal destino precioso e claro.

E a Amor achando, ter-se-ão perdidos,
Pois lhes impõe esse sucesso raro,
Viver de amores não correspondidos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário