terça-feira, 19 de junho de 2018

Onze anos

Garoeiro – Bauru, 19 de junho de 2018.














Até os ossos permeado
Daqueles sonhos andava,
Rindo do bem comparado
Com o além que eu sonhava.

Extraordinário achado
No momento em que acordava
Abria o gozo sonhado
E o dia me delirava ...

Vivia tudo encenado
Na outra vida que filmava,
E o real ultrapassado
Nos mundos que imaginava.

Nada do que era dado
A viagem boicotava,
Pois era o irrealizado
Onde a alma viajava.

Hoje, está tudo apagado,
Vence o mundo que evitava ...
Mas, jamais serei curado
Do tempo em que tresloucava ...

segunda-feira, 18 de junho de 2018

Amar direito

Garoeiro – Bauru, 18 de junho de 2018.













Mais que amar foi querendo ser amado
A ansiedade de minha iniciação
Nos descaminhos da amorosa estrada,
Esse querer sempre condicionado
À força absoluta da atração,
Que a querida deseja devorada.

Agora, muito além de iniciado,
Toda a verdade do meu coração,
Só vendo amor feliz na caminhada,
Revela reversão em seu achado,
Pois de incondicionada doação,
Eu hei de amar direito minha amada.

Só que ao valor final do resultado,
Altíssimo em termos de lição,
Não aproveita a causa lecionada,
Se tão tarde demais me é revelado
O bem de amar em plena solidão,
Como amaria o que ficou sem nada ...

domingo, 17 de junho de 2018

Ajoelhados ...

Garoeiro – Bauru, 17 de junho de 2018.

















Vai sempre meio a perigo
O cidadão brasileiro
Ante iminente ruína,
Para viver de castigo
Fosse nunca ter dinheiro
Dando duro, a sua sina.

O durango é tão antigo
Que acaba costumeiro
Tal a viração ensina:
Por amar seu inimigo,
Vai conciliar, primeiro,
Não se ergue, só se inclina ...

sábado, 16 de junho de 2018

Caindo no abismo ...

Garoeiro – Brasília, DF, 16 de junho de 2018.

















Sob o peso do passado,
Jazendo um anacronismo,
Das convivências distinto,
Mostra o correio parado,
Com mudo pragmatismo,
Como no mundo me sinto.

Sempre estive preparado,
Respirando comunismo,
Para guiar meu instinto
Posto fora, isolado,
Pelo profissionalismo
Que se adentra a um labirinto.

Todo brinde é rejeitado
Que o vírus do jornalismo
Contamina o vinho tinto,
E o bem apregoado,
Mesmo em verde futurismo,
Vai virando esse absinto.

Pois hoje o dia é chegado
De calar meu catecismo
Ante a hora que pressinto,
Sobrevivendo, calado,
Na fé que trará do abismo
Outro tempo, outro recinto ...

sexta-feira, 15 de junho de 2018

Blend

Garoeiro – Brasília, DF, 15 de junho de 2018.













Tais inexistentes pagos
Do que anseio são criados;
Fraco anúncio de reis magos
Cuida-os pôr desendeusados.

Nem sucumbir nos estragos
Atuais, degenerados,
Fora por motivos vagos,
Resulta em mais aliados.

Mas, sem cordiais afagos,
Meus futuros ansiados
Brindo só em calmos tragos
Pela História amaciados ...

quarta-feira, 13 de junho de 2018

Processo histórico ...

Garoeiro – Natal, RN, 13 de junho de 2018.













Viver tais heroicos dias
Cuidando bem da memória
Compartilha alegrias
Que moram na Grande História.

O bis das judiarias
Em versão aleatória,
Dá esse jorro de porfias
Na luta emancipatória.

Já as trincheiras bravias
Por descrença na vitória,
Zoam as hierarquias
Na rotina palavrória.

Desfilar as valentias
Contra essa batalha inglória
Só recheia as utopias
Com desculpa e oratória ...